Notícias
» Produção diversificada e incentivos são destaque na agricultura de Harmonia
Foto: Anne Caroline Kunzler/ASCOM Prefeitura 19/10/2017

Na quarta-feira (11), a secretaria de Agricultura e Meio Ambiente realizou o pagamento de subsídios de mudas para produtores rurais. A entrega dos cheques ocorreu no Centro de Convivência do Parque Municipal e reuniu cerca de 105 produtores, além de autoridades. O subsídio é concedido de acordo com diversas leis de incentivo que fazem parte do Prodah (Programa de Desenvolvimento Agropecuário de Harmonia).

 

O produtor Carlos Alberto Hilgert (Carlão) adquiriu recentemente, com a ajuda do Prodah, 900 mudas frutíferas. Ele e sua família, juntos, possuem cerca de 18 hectares, onde são produzidas variedades de bergamota, laranja e limão, além de aipim, cuja produção é destinada, em parte, para a merenda escolar do município. Carlão conta que já faz cinco anos que produz com o auxílio do subsídio fornecido pela prefeitura, e que essa ajuda faz muita diferença para os produtores.

 

Na propriedade da família Vogt, na localidade de Morro Santo Antônio, o destaque vai para a produção da uva Niágara (rosa e branca), novidade no município e que já chega a quase um hectare (8 mil m²) nas terras da família. A fruta é produzida por eles há 10 anos, mas foi nos últimos três que a família passou a investir e se dedicar com maior intensidade. A produção da fruta, toda coberta com plástico filme e contando com sistema específico de irrigação, deve chegar a 20 mil quilos este ano, que serão vendidos a mercados da região metropolitana.

 

Dos 30 hectares que Ademir cultiva, junto com seu pai Rovani, sua mãe Maria Ireni e sua esposa Mariane, 20 deles são de frutas cítricas (bergamota, limão e laranja). Recentemente, Ademir também apostou no cultivo da pitaya (fruta-dragão), conhecida por ser rica em nutrientes, auxiliar no controle do diabetes e colesterol e por sua habilidade de melhorar o sistema de defesa do nosso corpo. A produção já chega a 300 mudas na propriedade.

 

Programa de Incentivo à Fruticultura

Em 2017, foram mais de 23 mil mudas distribuídas através do Programa de Incentivo à Fruticultura, um total de R$ 69,576. Nos últimos cinco anos, o número chega a 110 mil mudas, uma estimativa de 276 hectares de novos pomares no município, e um total de R$ 244 mil repassados aos produtores. “Sabendo que uma árvore adulta produz duas caixas por pé, temos uma estimativa de produção de 221 mil caixas de frutas para os próximos anos”, explica o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Leozildo Lira.

 

O secretário e o prefeito Carlos Alberto (Lico) Fink aproveitaram o momento para anunciar mudanças na concessão de subsídios para 2018. “O incentivo da citricultura será via talão a partir de 2018 e será repassado 1% do valor referente às notas do ano anterior”, explica Lico. Segundo eles, a novidade tem o objetivo básico de valorizar quem emite nota, ou seja um trabalho em parceria com os produtores, já que é a emissão de notas que garante o retorno e a arrecadação do município através do ICMS e, consequentemente, maior investimento e repasse para a área.

 

Fazem parte também do Prodah, programas de incentivo à produção primária, suinocultura, bovinocultura, conservação e preservação do solo, transporte de biofertilizante, plástico filme para estufas, terraplanagem, frete para cal, detonação de rocha e melhorias nos acessos a propriedades. São todos recursos que estão à total disposição dos produtores cadastrados com talão no município. Lembrando que a tabela de bônus passou por alterações de valores e os suinocultores receberão um valor fixo anual por cabeça de suíno alojada. “Toda e qualquer mudança é visando o bem comum de todos e maiores informações estão disponíveis na secretaria de Agricultura”, completa Leo.

 

CLIQUE AQUI para ver as fotos